29 de out de 2008

O TÉCNICO E O PRESIDENTE

Contei em outra ocasião que, no início dos anos 90, apostei com uma amiga argentina sobre quem teria o presidente da República mais absurdo; ela com Carlos Menem , o Kid Costeleta , ou eu com Fernando Collor de Melo. Parada duríssima.

Achei que venceria em algumas ocasiões, sobretudo quando Collor subiu a rampa do Planalto acompanhado por duplas sertanejas e a bandeira nacional foi hasteada ao som de Pense em Mim, o clássico de Leandro e Leonardo. Apostei também numa vitória categórica quando Collor fez uma daquelas corridas matinais pelas ruas de Brasília acompanhado por uns trinta índios a caráter, com direito a cocar, tanga e sandálias havaianas. Menem, porém, era insuperável.

Minha amiga portenha ganhou a aposta no dia em que o presidente argentino apareceu em um programa de auditório e participou de uma brincadeira que incluia rodar em um bambolê, subir escadas, descer por um escorrega, cair dentro de um tanque de piche, rolar numa cama de penas de galinha e participar, feito uma d´angola, com o grupo Los Tremendos de uma coreografia da imortal dança do passarinho. Ela ganhou e eu paguei um almoço num rodízio de massas no centro da cidade, o Vulcão das Massas, que nem sei se continua de pé.

Lembrei-me dessa disputa Collor versus Menem por conta da impactante notícia de que el pibe Diego Armando Maradona é o novo técnico da seleção de futebol argentina. Quando achei que a CBF jamais seria superada com a maluquice de entregar o escrete ao Dunga, os argentinos saem com essa e ultrapassam todos os limites do bom senso. Definitivamente, camaradas, na arte da lambança los hermanos - quando querem - são insuperáveis.

Abraços.

5 Comentários:

Blogger Monica Araujo disse...

Ótimo texto Simas!

Dizem que o melhor negócio do mundo é comprar uma Argentina pelo que ele vale e vender pelo que ela pensa que vale.

Brincadeira, tenho ótimos amigos Argentinos e nem são cabeludos !!!

Ps. Os Argentinos internautas já rejeitaram esta indicação através de pesquisa realizada. Coisa em torno de 70%.

8:33 PM  
Blogger Natasha disse...

Simas,

Por acaso a aposta foi com a Elisa, professora de espanhol?

Abraços.

8:43 PM  
Anonymous Anônimo disse...

Taí uma decisão tomada com zero de razão, 50% de emoção e 50% de loucura. Ou mesmo 100% de loucura. Sinceramente não sei.

Mas que vai ser uma atração à parte acompanhar El pibe a beira do gramado comandando freneticamente a selação Argentina, isso vai.

abs.,

Daniel A.

9:59 AM  
Blogger Diego Moreira disse...

O vulcão das massas está aberto sim. Continua lá. Faço minhas visitas eventualmente. Não é mole manter o meu peso sempre em alta...

Abraços!

12:24 PM  
Blogger Szegeri disse...

É na Treze de Maio, né Diego? Velhos tempos...

4:55 PM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Início