26/05/2007

E O PAN AFUNDA

Acabo de saber que as ruas da Vila Pan-Americana estão afundando. Este monstrengo horroroso, construído para abrigar mais de 7 mil atletas durante os jogos do Rio, será posteriormente um condomínio residencial, que já teve seus 1.480 apartamentos vendidos na planta.
Vamos ver se eu entendi. Leio nos jornais que o Tribunal de Contas da União questionou, por suspeita de superfaturamento, um repasse de R$ 30 milhões que o Ministério do Esporte fez a título de aluguel pelo uso dos prédios durante o Pan; estes , diga-se de passagem, não receberam o habite-se da prefeitura, já que a posse do terreno é contestada na Justiça. Como as obras estavam atrasadas, o Ministério do Esporte repassou mais R$ 53 milhões para a conclusão do condomínio.
Agora, última novidade, leio que o condomínio foi erguido sobre um terreno instável; inúmeros deslizamentos de terra vem ocorrendo e as empresas contratadas estão refazendo as obras que já tinham sido concluídas. Um perito da Coppe/UFRJ acha impossível que as reparações sejam feitas antes do início do Pan. Especialistas temem pelas estruturas dos prédios.
Amigos, eu não tinha falado nada sobre o tema para não parecer estraga prazeres, mas vou remar contra a maré. Esse Pan do Rio é um escândalo de proporções monumentais. Obras escusas são feitas às carreiras, dinheiro público sai pelo ralo nessa palhaçada, empreiteiras enchem os cofres com a fanfarronice e várias empresas estão amealhando fortunas com o uso da marca do jogos.
Faltava só essa palhaçada final - a Vila Pan-Americana afunda. Ocorreu a alguém perguntar o que vai acontecer depois dos jogos? E os infelizes 1.480 proprietários que compraram os apartamentos na Vila, que agora descobrem que são os futuros moradores de uma caveira de burro, erguida em terreno impróprio e com estrutura inadequada?
De minha parte, acho que os sujeitos que compraram esse gato por lebre foram uns babaquaras. Morar na Barra já é , para meus valores, intolerável. Morar na Vila Pan-Americana, decorada por um arquiteto com traçados internos inspirados em Miami, é o sublime deslumbramento dessa classe média grotesca que vê a Barra com olhos de beduíno sedento que enxerga o oásis. Nesse caso, meu camarada, era miragem.
Se abrirem a caixa-preta do esquema que envolve o Comitê Olímpico Brasileiro, as empreiteiras, o poder público, as cotas de transmissão, o sistema de venda de ingressos e as empresas esportivas que estão faturando com o Pan, descobriremos as dimensões da farra irresponsável desses sicofantas e ladravazes homens do poder, travestidos de mecenas do esporte nacional.
Delenda a Vila Pan-Americana!

7 Comentários:

Anonymous Cezar Cavaliere disse...

"A outrora estimada inteligência
Está fadada à obsolescência
Num país norteado pela vulgaridade,
Incompetência,
Inverdade,
Violência."

Hoje em dia, são mais valorizados os malandros - não aqueles que, antigamente, povoavam a cidade mais linda do mundo e representavam a alma do carioca, mas estes que usam o poder para garantir o aumento do saldo bancário - e cada vez mais a hipocrisia toma conta da sociedade, esta que é o combustível de uma sociedade profana.
Ao ler um texto como esse ninguém poderia passar sem deixar um comentário.
Um abraço Simas.

12:29 PM  
Anonymous Anônimo disse...

Simas,

gostaria de propor que vc divulgasse aqui no seu blog qdo fosse ministrar cursos ou aulas fora do ph, para que eu ainda tenha o prazer de assistir às suas brilhantes aulas e ouvir suas épicas histórias, contadas pelo melhor narrador que eu já conheci!


desde já agradeço!

8:21 PM  
Blogger Diego Moreira disse...

Simas, o terreno da vila do Pan é arenoso. Verdadeiramente aquilo é mangue aterrado. Mal aterrado, já que ruiu. Soube na época da venda que o Romário, homem do Gol 1.0, comprou dez apartamentos pra fazer uma tremenda especulação imobiliária depois do evento.
Muita gente fechou negócios (um nojo, diga-se de passagem) nesse esquema. A pressão do capital vai acabar fazendo a vila ficar arrumadinha.

Quanto aos sicofantas e ladravazes, deixo um verso do bom Alicate em parceria com o Sergio Fonseca:
"Vou te contar, rapaz! Tem malandro enrrolando demais!"

E completo para os beduínos que tem a Barra como Oásis:
"No Shopping Samba o barato tá no cartaz".

Abraço!

11:37 PM  
Blogger Luiz Antonio Simas disse...

Anônimo, obrigado pelo elogio, mas tem como você se identificar? abraço

10:21 AM  
Anonymous Thiago disse...

Pô Simas...

Ir a disney é legal...

rs

abração

3:56 PM  
Blogger Felipinho disse...

Grande Simas, o namorado da minha mãe é arquiteto, e tem uns camaradas que estão trabalhando no PAN. Ele diz que os caras lhe falam que tem uma porrada de merda fedendo de baixo dos panos. É uma vergonha mesmo. É um querendo ganhar mais que o outro... Picaretagem total! E a televisão nem toca no assunto, mentido para o povo como sempre.

Estou sabendo que a Bento Velho tá contigo, obrigado. Vamos marcar uma data de inauguração, pode ser num jogo de botão, porque isso não é como o PAN, é coisa séria...
Abraço irmão.

8:06 PM  
Anonymous Anônimo disse...

Caro Simas,

Eu sou uma proprietária de um apartamento da vila do pan. Estou muito feliz com o empreendimento. Já faço planos para morar lá. As pessoas são muito críticas, falam sem conhecimento de causa. E, pelo texto que escreveu, chamando a vila do Pan de "monstrengo horroroso", imagino que não tenha muito bom gosto, pois a vila está linda e muita bem feita. Infelizmente roubo e desvio de dinheiro existem não só em obras públicas como em qualquer lugar. Os políticos também são cidadãos brasileiros e apenas refletem as atitudes do povo. No entanto, existem pessoas boas e honestas que podem se tornar bons políticos. Tenho esperança que um dia esta minoria de honestos se tornará uma grande maioria, tanto na política como em todo país.

Paula

11:39 PM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Início